quarta-feira, 30 de maio de 2018

ZX SPECTRUM NEXT - UMA NOVA PLATAFORMA PARA BONS SHMUPS!

Olá, todo mundo!

Você já ouviu falar sobre o ZX SPECTRUM NEXT?

ZX SPECTRUM NEXT é uma nova máquina de 8 bits, uma evolução do clássico Sinclair ZX Spectrum (Speccy).

Nos primórdios da microcomputação doméstica, duas linhas comerciais travaram uma disputa palmo a palmo aqui no Brasil: SINCLAIR e MSX (algo como ocorreria entre Sega e Nintendo, mais tarde)

Não vou discorrer aqui sobre a características e peculiaridades do ZX Spectrum, essas informações você encontra facilmente fazendo um pesquisa rápida; O que importa dizer é que o ZX Spectrum é uma máquina que ainda hoje, mesmo com todos os novos equipamentos avançados e consoles de última geração, tem muito fãs ardorosos, que SIM, ainda compram jogos novos, algo que, obviamente, só é possível graças a gênios iluminados que se dedicam de corpo e alma à produção de novo títulos. E foi justamente dessa necessidade de evoluir sem perder as raízes que nasceu o ZX Spectrum Next!   

O ZXSpectrum Next ainda sem sua carcaça definitiva

O controle do ZX Spectrum Next

ZX Spectrum Next - versão laptop - a turma não pára de inovar :)

design final do ZX Spectrum Next
Os cérebros por trás do projeto:

O Spectrum Next nasceu das incríveis (e "hackeantes") mentes de Victor Trucco e Fabio Belavenuto, entusiastas do Speccy que têm mantido todos os tipos de hardware retrô vivos nos últimos 20 anos. Uma vez que eles criaram o hardware e o software para executá-lo (o projeto foi chamado de TBBlue), Rick Dickinson (falecido recentemente) se juntou ao grupo para envolver toda essa qualidade em um design que qualquer fã de Sinclair deveria se apaixonar.

Rick Dickinson (IN MEMORIAN)
Um designer industrial de talento incomparável, os trabalhos seminais de Rick incluem o ZX80, o ZX81, o ZX Spectrum, o Plus e o QL. Ao longo das décadas, suas criações se destacaram da multidão e sobreviveram ao teste do tempo, permanecendo ícones do design até hoje. Se você acha que o Spectrum Next está lindo, é tudo o que ele faz.

Rick em uma de suas última fotos
Victor Trucco
Um dos mais talentosos hackers retro do planeta, Victor é responsável por uma série interminável de hardware de código aberto que visa manter vivos os nossos amados oldies. Talvez seu projeto mais reconhecido seja o emulador de cartucho multissistema, permitindo que muitos consoles usem um único dispositivo para carregar jogos de cartões SD.
Victor com um exemplar do livro "Quando os Videogames Chegaram" - leitura obrigatória para qualquer entusiasta ou desenvolvedor

Fabio Belavenuto
Reconhecido como uma figura chave no cenário de hardware MSX no Brasil, Fabio é um cientista da computação com uma paixão não tão oculta pelo Speccy (o MSX vs Speccy no Brasil era análogo ao C64 vs Speccy no Reino Unido). Ele é o co-criador da placa TBBlue Spectrum, o ponto de partida do hardware do ZX pectrum Next.
 Fabio com uma placa de Zemmix Neo, O mais recente computador compatível com a linha MSX

Jim Bagley
Um dos mais célebres desenvolvedores do ZX Spectrum, Jim é o codificador de clássicos como Cabal e Midnight Resistance, entre muitos outros. Ele também detém um Recorde Mundial do Guinness por enfiar Dragons Lair em um ZX81. Jim é responsável por várias funções do Next (como novos modos de vídeo e sprites) e conduz os requisitos de desenvolvimento para a plataforma.
Jim se divertindo coo nunca com uma de suas maiores criações: Cabal, clássico dos arcades

Henrique Olifiers
Um designer de jogos e co-fundador da Bossa Studios, criadora do Surgeon Simulator, I Am Bread e Worlds Adrift, Henrique é um gamer retro cujo primeiro título foi criado em um clone do ZX Spectrum (TK-90X). Sua paixão por jogos e cena demo potencializa as relações de desenvolvedores do projeto Next.
Henrique tentando ver além do alcance :)

Confira o trabalho de hardware de Victor e Fabio no site Victor Trucco e no OldPlayers (dica: no Brasil, o ZX Spectrum é representado por clones chamados 'TK90X' e ' TK95 '). Para o design de todas as coisas, clique aqui para a empresa de Rick Dickinson. E para uma super viagem pelos seus jogos favoritos, verifique o website de Jim aqui.

Palavras de Victor Trucco:
"Site onde descrevo minhas experiências em eletrônica e disponibilizo tutoriais e curiosidades sobre micros e videogames antigos além de maquinas CNC."

Você pode encontrar tudo o que você precisa saber sobre essa máquina incrível na página oficial:

Se você quer ir direto o coração do sistema, estas são as especificações técnicas:

Agora, a melhor parte: JOGOS PARA ESTA MÁQUINA INCRÍVEL!

A primeira onda de shmups para este sistema está chegando, em ordem alfabética (clique no título para ver o video no grupo o ZX Spectrum Next no Facebook:

1943, por Stephanie Miget (não tenho certeza se este jogo é um port antigo ou um novo port...

DELTA STAR, por Adrian Cummings

 Capa do jogo Delta Star

FLAPPY BIRDS, por Adrian Cummings

GALAXIANS - (um port atualizado), por Guy Black

GALAXIANs CLONE por Phil Durbige

TOKIO, um port incrível por Mike Cottrell
(SHMUP ENGINE), por Lampros Potamianos

WARHAWK, por Michael Flash Ware e Jim Bagley  

Video demonstrativo do jogo

Bela arte promocional, me lembra o desenho FLASH GORDON da Filmation
Captura de tela durante demonstração ao vivo. Mais informações na página oficial do jogo

Até onde sei, há pouco mais de quarenta jogos para a nova máquina, a maioria ainda está em desenvolvimento. Não vamos mostrar os jogos de outros gêneros porque, como todos sabem, o assunto aqui são jogos de nave. E para não deixar ninguém de fora,  segue o link com a listagem de títulos para o ZX SPECTRUM NEXT!

A grosso modo, assim é o ZX SPECTRUM NEXT! Agora é esperar pelos primeiros jogos e separar uns trocados para comprá-los!


Curiosidade: quando eu vi o novo Mega Drive da Tectoy com leitor de SD-card, pensei comigo mesmo: "EEEEITA, é agora que eu faço jogos pro megão e vendo baratinho nessa nova mídia!" - e rapidamente bolei isso:
SD-card em vez dos tradicionais e onerosos cartuchos? É comigo mesmo! 

Acabou que um amigo me deu aquele choque de realidade: "Como você vai impedir que copiem a rom do cartão e distribuam de graça na internet ou gravem e vendam cartuchos piratas?" Fiquei triste e deixei a idéia de lado....

Eis que a turma do ZX PECTRUM NEXT adotou justamente esse formato!


 Dungeonette - o primeiro jogo comercial para o ZX Spectrum Next - com o inusitado cartão SD como mídia física (ah, o jogo não é de nave)

Sketch para o adaptador de cartão do ZX Spectrum Next, por Phil Candy.

Jogos recém-lançados - a comunidade do Next (como eles chamam maquina), adotou o cartão-SD com mídia física padrão.

 Por vezes me envergonho de ser brasileiro, "abiguinhos"... Quando eu vi que a turma do Next estava encarando mesmo o lance de vender os jogos em SD, comecei a pesquisar sobre como evitar a cópia do jogo do cartão e a pirataria, dado o fato de que o cartão SD não tem nenhum dispositivo que impeça o "serumaninho" de fazê-lo...

O que descobri me fez querer transformar-me em um avestruz...

De cara, descobri que a turma lá (da Europa) chega junto dos desenvolvedores, frequentam os eventos, compram os produtos, compram de novo para presentear alguém, e alguns compram uma terceira vez, para ter na coleção...

Em seguida, a mais terrível conclusão de todas: Essa coisa de pirataria é mais coisa de brasileiro. Não importa se o jogo custa R$ 1,00 ou R$ 100,00, no momento em que toma conhecimento do jogo, o cara quer logo saber onde está o link pra baixar...

Eu sou até suspeito para falar sobre isso, pois tenho muito jogo "piratex" nas minhas máquinas, em contrapartida, quase todos os jogos dos quais participei são gratuitos e alguns deles o código-fonte vai junto, quando você baixa.  Tá certo, nenhum deles é algo digno de nota, mas esse detalhe é irrelevante.

Voltando ao uso dos cartões SD como mídia física, o negócio rendeu. Tanto que a Big N o usa no seu N-Switch, para o qual desenvolveu uma espécie de assinatura eletrônica; Uma vez instalado o jogo naquele console, a tal assinatura é registrada e o cartão só serve naquela máquina.

Como já dito, o público do Next é zen. Tanto que Adrian Cummings vendeu umas 500 cópias de Dungeonette ainda no dia do lançamento! 

 Dungeonette no atacado. Só essa maleta aí vale uma fortuna no Brasil! :(

O advento do cartão SD se tornou de longe a melhor e mais barata opção para a distribuição em mídia física. Tanto que usam no Nintendo witch  até mesmo em consoles fictícios, que cá para nós, terá muita gente torcendo para que saia!

 
Ah, se  fosse verdade... Mas ainda assim, prefiro as máquinas que já tenho por cá :D

Pessoalmente, eu gosto do uso do cartão SD como mídia fisica. Tem seu charme, uma cara de HU-CARD da Hudson....

Os entusiastas do ZX Spectrum Next acertaram em cheio, é uma máquina que promete muitos e bons jogos :) E que comece aqui uma história de glória e sucesso! Em nome de todos os editores do blog TASBPAN, seguem minhas homenagens ao nosso valoroso Rick Dickinson, esteja onde estiver! 


PARA SABER MAIS:

ZX SPECTRUM NEXT - Grupo oficial do Facebook

SPECNEXT - Website oficial da plataforma

Todas as fotografias e videos foram tirados do grupo de facebook.
Parte do texto foi traduzido e adaptado do conteúdo original do site oficial e parte é de minha autoria.

domingo, 11 de março de 2018

NOVOS PORTS DE JOGOS CLÁSSICOS PARA MÁQUINAS CLÁSSICAS

Olá, amigos! Finalmente, o SG-1000, o Master System e o MSX receberão alguns jogos tão clássicos que nunca entendi como eles nunca foram portados antes!

Paulo Silva, um desenvolvedor português está portando três clássicos dos arcades para três consoles igualmente clássicos:

FLYING SHARK
LEGENDARY WINGS
TOKIO - SCRAMBLE FORMATION 

Como é do conhecimento da maioria, os três títulos são sucesso dos arcades e já foram convertidos para outras plataformas, como NES e Mega Drive, por exemplo.


Tokio, versão original de arcade

O próprio Tokio já tem uma versão para MSX, Mas Paulo Silva pretende melhorar a performance do jogo. É inevitável que o público faça comparações entre a versão original do arcade, o port oficial para MSX e este novo port, que para nossa sorte, sairá para Master System e SG-1000.

Tokio, versão MSX: boa conversão, a despeito das limitações do sistema

Lembre que se trata de um novo port, não um remake.

Num primeiro teste, utilizando os emuladores Kega Fusion e BlueMSX, Tokio rodou um pouco lento no Master, melhorzinho no MSX e totalmente liso no SG-1000; Já os outros jogos rodaram quase igual, não notei significantes diferenças. 
Esse jogo arrasa no NES! Repetirá o sucesso no MSX?

No entanto, é cedo para fazer esse tipo de avaliação, pois os protótipos contém apenas a nave do jogador e seus movimentos básicos.

Este jogo tem fama de ser muito difícil... O que esperar deste port?

Parafraseando o Pica-Pau: "Só de olhar, já fico cansado!"

O autor alerta que estes títulos são "fangames", e que não cobrará por eles.

Aguardemos a finalização dos projetos!

Baixe os protótipos, você pode executá-los em seus respectivos emuladores ou gravá-los em cartuchos reais, para uso em máquinas reais!

Cortesia do meu amigo Paulo Silva, de Portugal. Confiram! Códigos-fonte inclusos.


Para baixar somente os protótipos, sem o código-fonte, clique aqui

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

TASBPAN Resultado de disputa: DoDonPachi


Finalmente saiu o resultado da 6ª Disputa Comemorativa TASBPAN!

Incrível adesão ano a ano e 2017 não poderia ser diferente, TASBPANianos, vocês estão de parabéns, sempre participando das disputas anuais que realizamos neste humilde blog. Pois bem, sem mais delongas, vamos aos resultados. 

POSIÇÃONOMEPONTUAÇÃONave/TipoESTÁGIOPLATAFORMAIMG/Replay
1Ruldra42.414.140C/L1-ALLMAMEIMG
2INNUENDO28.658.295C/?1-6MAMEReplay
3coffeejoerx22.910.740C/S1-5MAME 0.175Replay
4Leo Miranda17.963.800B/S1-5MAMEIMG
5Rubinho 14.593.370C/L1-5WolfMameReplay
6Edward 13.688.260A/L1-5MAME 0.106Replay
7Wanderléia 6.887.300B/S1-4MAME 0.192Replay

Então gente, DoDonpachi comemorou 20 anos em 2017 e qual será o jogo deste ano? Quem viver, verá.

Que 2018 seja um ano bombástico, no bom sentido obviamente.

domingo, 24 de dezembro de 2017

SPACE ELITE FORCE - PRIMEIRAS IMAGENS!

Novo jogo brasileiro no Steam!

Com lançamento programado para fevereiro de 2018, "SPACE ELITE FORCE" é um shooter horizontal na linha de "SUPER EURO JET", "PHALANX" e "SUPER EDF".

Ainda não sabemos quase nada sobre ele, mas a julgar pelo que vimos no primeiro video disponibilizado pelo autor, o jogo será daqueles que te farão suar um pouquinho para chegar ao final! 

Aguardemos as novidades sobre este título que promete muitas horas de excelente jogatina! 

O jogo promete!

Autor: Alysson Moraes (Moraes Studio)

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

TASBPAN Disputa comemorativa 6ª Edição: Dodonpachi (Arcade)

Atendendo a pedidos, pedradas e ameaças de tortura e morte, anunciamos para a alegria de todos que está aberta a disputa comemorativa anual do blogue TASBPAN para o ano de 2017!

OBAAAAAA !!!!!!

E o jogo escolhido, que está completando 20 aninhos de vida neste ano que se finda ao final do mês, é o clássico da Cave Dodonpachi, considerado por muitos como o primeiro bullet hell da história dos jogos de nave!


As regras são:
  • Deve ser jogado o jogo Dodonpachi, versão japonesa, dos fliperamas, que roda em qualquer versão do MAME. Não direi que você pode pegar a ROM no Emuparadise.
  • A dificuldade deve ser a dificuldade padrão no MAME.
  • Versões para consoles podem ser jogadas, como as de Saturn e Playstation, porém estes ports são considerados ruins para pontuações devido a bugs no sistema de chain (Playstation) ou o fato do jogo rodar numa velocidade superior à original (Saturn). Estejam avisados! A versão de Xbox 360 (Instant Brain) está liberada, mas duvido que alguém a jogue. Os placares das versões MAME e Xbox 360 ficarão juntas, já as de PlayStation e SEGA Saturn terão uma tabela para cada.
  • Para comprovar a participação basta postar nos comentários abaixo o link para uma foto, printscreen ou vídeo demonstrando o placar obtido.
  • Se possível, aos 3 primeiros colocados, enviem vídeo da partida. O arquivo inp também é válido.
  • A disputa se encerra às 24 horas do dia 31 de dezembro de 2017.
Sugerimos colocar sua pontuação como o seguinte exemplo:
Nome - Pontuação - Nave/Tipo de tiro - Estágio - Plataforma
Luís Arábia - 1.400.350 - A/L - 1-2 - MAME
   - Nave pode ser A (vermelho), B (verde) ou C (azul)
   - Tipo de tiro pode ser S (shot) ou L (laser)
   - Estágio consiste de loop-fase (1-2 significa loop 1, fase 2)

Divirtam-se e boa sorte e chains a todos!

sábado, 8 de julho de 2017

SENTA A PÚA! - ATRÁS DAS LINHAS INIMIGAS

Jogo brasileiro retrata a história da Força Expedicionária Brasileira (FEB) e da Força Aérea Brasileira (FAB) na campanha da Itália

O TASBPAN é um blog que trata especificamente sobre jogos de nave, mas hoje abrimos aqui uma exceção: o jogo a seguir REALMENTE merece ser divulgado em qualquer mídia possível.

Capa provisória

Há pouco mais de um ano, o desenvolvedor de jogos Gustavo Falcão está desenvolvendo o jogo "SENTA A PÚA! - ATRÁS DAS LINHAS INIMIGAS", no qual conta um pouco da história daqueles turbulentos dias pelos olhos de um dos aviadores.

Tela inicial

Apesar de se basear em fatos reais, o autor do projeto não vai referenciar o protagonista da aventura como um dos pilotos reais, para não cometer equívocos quanto à historiografia. Assim, segundo ele, terá mais liberdade para adicionar elementos fictícios para tornar o jogo divertido e instrutivo, ao mesmo tempo.


infográficos entre as missões dão o tom educacional do jogo

O jogo já conta com uma versão de demonstração disponível, e procura apoiadores para levar ao grande público a versão completa.


Observações Importantes:

- Segundo o autor, demora um pouco para iniciar, pois a versão o demo esta em Flash – 34mb;

- Ele ainda não preparou uma tela de carregamento para esta demonstração;

- Está em tamanho pequeno porque está no modelo para mobile / celular;

- Execute o jogo pelo computador, ele não vai funcionar ainda em celular;

- Use o mouse para clicar nos ícones e nas setas de movimentação;

- A seta do teclado funciona, mas não é o ideal usá-la, está ativada para fins de "debug" do jogo;

- O autor está corrigindo um problema com a acentuação. Algumas palavras aparecem sem acento e outras até sem letras;

- Quando o jogo pedir para o jogador se agachar, use a seta para baixo, será como o movimento de deslizar os dedos no celular;

- Para se levantar, use a seta para cima;

- Os diálogos e textos são provisórios. Provavelmente todos serão trocados;

- Os jornais serão modificados - fonte e desenhos;

- No momento, o autor está implementando também o audio. A versão de demonstração está sem alguns sons e músicas;

- A versão de demonstração contém três estágios. O quarto estágio inda não foi implementado, por isso, ao final do terceiro, nada acontece.

Espero que gostem!

"Achtung!" - era tudo o que um piloto brasileiro não queria ouvir!

E agora, José?

Um pracinha abatido no front italiano: oficialmente, o Brasil teve 443 militares mortos e cerca de 3.000 feridos na campanha.

O jogo foi eleito um dos 3 finalistas para o BIG Starter 2017 na categoria Jogos Educativos, foi até citado na revista IGN



O jogo foi finalista de um dos maiores eventos de jogos eletrônicos brasileiros

O jogo realmente tem um forte cunho educativo, dado o intuito de contar toda a trajetória da FEB e FAB na Segunda Guerra Mundial.

O estopim: afundamento de navios mercantes brasileiros por parte da Kriegsmarine, a Marinha de Guerra Alemã

Republic P-47 Thunderbolt: uma das máquinas mais potentes e resistentes a voar na II Guera Mundial. Os alemães o chamavam de JUGGERNAULT (com várias traduções na língua portugeusa, dependendo do contexto: carruagem pesada, rolo compressor ou onça/jaguar)

Para Gustavo Falcão, concluir este projeto será uma imensa realização pessoal.

Quem puder ajudá-lo na divulgação, ele agradece imensamente.

Nossos "avestruzes" alinhados e prontos para decolar. Na verdade, avestruzes não voam; Os pilotos brasileiros ganharam esse apelido por suportarem a comida ruim servida no front. Não se adaptaram à ração de combate servida pela USAF

Um P-47 abatido: tivemos nove pilotos mortos em ação e dez aprisionados, sendo libertados ao final da guerra. Alguns deles realizaram mais de 100 missões de combate, um feito mais que notável, pois os americanos realizavam 25 e voltavam para casa!

Não, você não viu errado: não é só na Holanda existem moinhos de vento :)

A base brasileira, em pisa

Os "boches" atacam! Na imagem, a terrível metralhadora alemã MG-42, até hoje detém o título de mais rápida arma de mão já construída. Era apelidada pelos pracinhas de "Lourdinha"

Alguns cenários do jogo

Veja o trailler do jogo: 
Trailler do jogo com cara e documentário: muito bacana.

Gustavo Falcão abriu uma campanha no site Kickante. Se você puder contribuir com o projeto, acesse: https://www.kickante.com.br/campanhas/senta-pua-atras-das-linhas-inimigas

Gustavo Falcão não esqueceu nosso heróis: 10% da renda de SENTA A PÚA!" será destinado ao Museu do Expedicionário

Alguns aviões remanescentes do conflito foram transformados em monumentos ao ar livre. Deixados ao léu pela administração pública, se deterioram com o passar dos anos. Uma pena para nós, enquanto isso, a maioria dos aviões que voltaram aos EUA está voando ou está nos muitos nos museus daquele país, e mesmo os que estão em exposição estática estão em condições de vôo.

Nota do TASBPAN: Na Itália, país que foi inimigo do Brasil, existem sete grandes monumentos à FEB, enquanto no próprio Brasil não existe NADA digno de nota; Ao passo que o povo italiano ama a FEB e tudo aquilo que ela representa, NOSSO PRÓPRIO POVO relega nossos heróis ao total esquecimento. Triste. Somos mesmo um país sem futuro, pois não temos nenhum respeito pelo passado.


quinta-feira, 18 de maio de 2017

ESQUADRÃO 51 - FINALISTA DO BIG FESTIVAL 2017

O jogo "Esquadrão 51", de autoria do brasileiro Márcio Rosa é um dos finalistas do BIG Festival 2017, na categoria de melhor jogo brasileiro. É um jogo nostálgico ao extremo, mas feito com tecnologia de ponta! :)

Ainda não temos muitas informações sobre o jogo, apenas que trata da tradicional luta de humanos vs. alienígenas, numa guerra total, sem espaço para misericórdia!

O visual é arrojado, com uma forte pegada retrô dos anos 50, a época de ouro das HQs e filmes de ficção científica.

O jogo é todo em preto e branco, como se estivéssemos vendo um filme daqueles tempos, e a movimentação das naves alienígenas foi feita de modo a lembrar exatamente os efeitos visuais do cinema daquela época.

O jogador controla um Republic P-47 Thunderbolt, avião caça-bombardeiro utilizado por várias nações aliadas, inclusive o Brasil, durante a II Guerra Mundial.

A autoria do projeto, a programação e gameplay ficam por conta de Márcio Rosa. O jogo conta também com o Felipe Iesbick, como produtor, além de Renan Franzen, como compositor da trilha sonora e  Kiko Ferraz Studios, para os efeitos sonoros.

Márcio Rosa promete atualizações para breve; Aguardem-las, este que vos escreve gostou do que viu!

A única imagem obtida atá o momento, do jogo "Esquadrão 51". Fonte: IGN Brasil

O primeiro video disponível do jogo, até onde temos notícia.